Gestão ambiental

Emissões

Todos os Negócios em que as emissões de gases de efeito estufa (GEE) são significativas fazem anualmente inventário de acordo com a metodologia do Green House Gases – GHG Protocol.

Odebrecht Agroindustrial: para cada tonelada de CO2 emitida, é evitada a emissão de 8 toneladas do gás

6 milhões tCO2e

deixam de ser emitidos na atmosfera com o uso do etanol e de outros produtos da Odebrecht Agroindustrial

O maior volume de emissões é proveniente das operações petroquímicas da Braskem, reconhecida em 2016 pelo Carbon Disclosure Project (CPD) como a melhor empresa em gestão de carbono no Brasil. Foi a primeira vez que uma representante da indústria brasileira entrou para a “Lista A” do CDP, organização internacional que avalia as melhores práticas empresariais contra as mudanças climáticas.

A Odebrecht Engenharia & Construção conquistou, pela terceira vez, em 2015, o Selo Ouro do Programa Brasileiro GHG Protocol, que reconhece os processos de inventário verificados por terceira parte.

Dentre os Negócios, destaca-se a contribuição da Odebrecht Agroindustrial para o cumprimento do compromisso que o Brasil assumiu de reduzir em 37% as emissões de GEE até 2025, tendo como base as emissões de 2005.

Os produtos da empresa, como o etanol, evitam a emissão de aproximadamente 6 milhões de toneladas de carbono equivalente na atmosfera, em substituição a combustíveis de origem fóssil.

 

INTENSIDADE DAS EMISSÕES DE GASES DE EFEITO ESTUFA (tCO2e)1


Consolidado Odebrecht (tCO2e) 2015 2016
Intensidade das emissões – Escopo 1 (g/CO2e/R$ receita bruta)1 0,077 0,120
Intensidade das emissões – Escopo 1 + 2 (g/CO2e/R$ receita bruta) 0,086 0,134
Intensidade das emissões – Total – Escopo 1 + 2 + 3 (g/CO2e/R$ receita bruta) 0,216 0,342

1Receita bruta de R$ 132.519 milhões em 2015 e de R$ 89.563 milhões em 2016.





A Unidade Eldorado (MS) da Odebrecht Agroindustrial: eficiência na redução das emissões de gases de efeito estufa